Você sabia que tem cães que não se adaptam em apartamentos? Descubra quais são!

Algumas raças de cachorro encontram dificuldades em se adaptar em ambientes pequenos. Quer entender o porquê dessa mudança de comportamento? Continue a leitura!

Está nos seus planos ter um cachorro? Antes de concretizar esse desejo, você deve ter consciência da qualidade de vida que vai oferecer a ele. Isso inclui o espaço e o tempo que serão dedicados ao animalzinho.

Se você mora em apartamento, é importante escolher a raça que mais se adapta a este tipo de ambiente. Conheça quais são as raças que não se comportam bem em espaços menores e tire suas dúvidas:

  • Golden Retriever

Se você vai ter que sair de casa e deixar o bichinho sozinho, provavelmente ele vai aprontar. Isso porque até atingir os três anos de idade, a raça Golden Retriever é muito ativa. Na vida adulta, os Goldens exigem carinho e atenção o tempo todo.

  • Labrador

Por mais que você seja apaixonado pela raça, não arrisque se você não tem o espaço adequado para os labradores. É que eles são grandes, espertos e precisam gastar muita energia. Deixá-los sozinhos em um apartamento é inimaginável. Até mesmo para espaços maiores como casas, não é aconselhável que o cãozinho fique sem supervisão.

  • Border Collie

Considerada uma das mais inteligentes, a raça Border Collie foi desenvolvida para tomar conta de ovelhas. Portanto, deixá-lo preso em um apartamento vai trazer grandes problemas, como roer móveis, roupas ou qualquer outro objeto que o cãozinho encontrar pela frente.

  • Beagle

O comportamento do Beagle se parece com o de um cupim, pois ele costuma comer móveis e outros adereços de casas e apartamentos. Essa situação se agrava ainda mais quando o cachorro é deixado só dentro de espaços pequenos. Seu instinto para a caça vai se refletir de forma inadequada e acabar prejudicando o seu bem-estar. Tome cuidado!

Gostou desse conteúdo? Aproveite e descubra como cuidar do seu cachorro nesse Inverno.

Fonte: Clube para Cachorros

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *