7 tipos de coleira para cachorro disponíveis no mercado. Conheça!

As coleiras são itens essenciais no “enxoval” do seu pet. Nelas devem constar placas de identificação e a guia apropriada para as mais diversas situações, como passeios, treinamentos, etc. Mas e na hora de comprar a coleira para o seu cachorro, você sabe o que levar em consideração? Caso não saiba a resposta, continue a leitura!

 

Antes de mais nada, a primeira coisa a levar em conta na compra de uma coleira para cachorro definitivamente não é sua estética. Exemplo: vamos encarar a coleira como aquele sapato que você achou lindo, mas não consegue usar por ele machucar o seu pé. O mesmo pode acontecer com o seu cachorro. Você pode achar a coleira linda, mas o que ela realmente tem que oferecer é conforto para o seu amigo de quatro patas.

 

Tendo isso em mente, agora é hora de conhecer os tipos de coleira para cachorro que existem hoje no mercado e identificar qual é a mais indicada para o seu pet. Vamos aos modelos:

 

  • Coleira para cachorro simples

Essa é a coleira para cachorro ideal, principalmente para os filhotes. Elas são feitas de diversos materiais e diversas cores e, o melhor, são ajustáveis – o que é um ponto bem positivo a levar em conta, ainda mais se seu cachorro está em desenvolvimento.

Como usar? Com folga suficiente para não machucar o pescoço do seu pet, mas também não permita que ele fuja.

 

  • Headcollar

Indicado para cachorros em treinamento, se parece muito com uma focinheira e também pode ser utilizada para chamar a atenção do seu pet. Não é uma coleira muito usada, além de não ser indicada para passeios ou para cães com focinho curto.

Como usar? Prenda a coleira ao focinho e ao pescoço do cachorro.

 

  • Peitoral

O peitoral dá a liberdade para o pet puxar a guia, sendo assim mais indicada para cães de pequeno porte. Se você tiver um cachorro muito forte, segurá-lo com o peitoral será bastante difícil. Apresenta chances mínimas de machucar seu cachorro.

Como usar? Encaixe as patinhas nos espaços certos e feche a coleira no dorso do cachorro.

 

  • Peitoral antitração

Seu pet é do tipo apressadinho, que adora puxar a guia durante o passeio? Então o peitoral antitração é ideal para o seu pet. Nessa coleira, o ponto de fixação da guia fica localizado no peito e oferece a você mais controle na hora de passear.

 

  • Enforcador

Apesar de ser muito indicado para raças como Pit Bull, Mastim Napolitano, Rottweiller e American Stafforshire Terrier, esse tipo de coleira não é indicada para nenhum pet. Ela controla o cachorro durante o passeio, mas o enforcador machuca o pescoço do pet, podendo causar ferimentos graves na traqueia.

 

  • Enforcador com limitador

Essa é uma alternativa ao enforcador que comentamos aqui acima, que não machuca tanto o pet, no entanto, continua não sendo muito indicado para nenhuma raça. O enforcador com limitador só prende o animal até um certo limite.

 

  • Carranas

É uma coleira do tipo do enforcador só que com garras. Essa coleira machuca e pode até perfurar o pescoço do pet quando ele tenta forçar a guia. Apesar de também não ser recomendada por veterinários e adestradores, assim como os enforcadores, se tratam de produtos disponíveis no mercado de coleiras atualmente.

 

E as guias?

Algumas coleiras já vêm com as guias, outras não. Se você está em busca de uma, procure por aquela que seja o mais confortável possível e não machuque sua mão.

 

Caso queira conhecer esses e outro acessórios para cachorro, clique aqui (http://bit.ly/2Fytl26) e conheça os produtos selecionados e disponíveis na SomosTodosPet.

 

Fonte: Clube para Cachorros

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *